25 de junho de 2021
  • 18:47 Vice-governador do AM, Carlos Almeida Filho diz que denúncia da PGR é infundada
  • 15:16 Sucateado Na Gestão Anterior, Governo David Almeida Restaura Atuação Do Manausmed
  • 12:02 PGR Denuncia Vice Do Amazonas, Mas PF Diz Que Não Achou Nada Contra Ele
  • 11:25 Servidores denunciam diretora do HPS 28 de Agosto
  • 23:59 Prefeitura De Manaus Entrega 42 Novos Ônibus Ao Transporte Coletivo
  • 23:53 Gasolina E Diesel Ficarão Mais Caros A Partir Desta Sexta-Feira
  • 23:48 Vereador Peixoto acompanha entrega de ônibus novos realizada pela prefeitura de Manaus
  • 22:21 Prefeitura de Presidente Figueiredo lança Comitê Gestor do Setor Primário e assina Termo de Cooperação Técnica com a SEPROR
  • 22:19 Álvaro Campelo defende realização de concurso público para reforçar segurança pública no Amazonas
  • 22:14 David Almeida completa 100 dias e convoca coletiva para balanço
  • 18:34 Morre O Apresentador Victor Santana, Por Complicações Da Covid-19
  • 23:52 Homem E Preso Em Flagrante Por Descumprimento De Medida Protetiva No Bairro Tancredo Neves
  • 23:41 Morre Cantora E Radialista Jorgina Viana Vítima De Câncer
  • 23:29 Bebê De 2 Meses Tem Afundamento Do Crânio Após Ser Torturado Pelos Pais
  • 21:28 Prefeitura de Manaus e ciclistas se reúnem para discutir campanha de segurança no trânsito
  • 02:16 Sandy & Junior Ocupam As Tardes De Domingo Da Globo
  • 01:48 NO AMAZONAS, AULAS DO ENSINO MÉDIO NA REDE PRIVADA SÃO RETOMADAS
  • 17:25 Morre aos 41 anos vítima de câncer, Bruno Covas, Prefeito de São Paulo
  • 00:29 Desembargador nega pedido de Elizabeth Valeiko para anular quebra de sigilo telemático
  • 00:23 ONU: Trabalho informal em massa pode retardar recuperação pós-Covid
  • 00:15 Campeonato amazonense – Negueba decide e São Raimundo sai na frente do Manaus na final
  • 00:21 Exploração da costa amazônica cresce de modo desordenado e preocupa cientistas

O rio Amazonas tem uma extensão de 7.008.370 km² e possui vários nomes e diversos afluentes em seu curso no Peru. Em fronteira com o Brasil, ele recebe o nome de Solimões, no município de Tabatinga, estado do Amazonas. É quando ele segue o seu curso para encontrar o Rio Negro, que fica próximo a cidade de Manaus, onde recebe o nome de Rio Amazonas.

Além de percorrer territórios do Peru, Brasil, Colômbia, Bolívia, Equador, Guiana e Venezuela, no Brasil o rio se estende por 3.843.402 km² e banha os estados do Acre, Amazonas, Amapá, Rondônia, Roraima, Pará e Mato Grosso. Por possuir afluentes em ambos os lados de suas margens, e por estarem nos dois hemisférios (norte e sul), ele tem dupla captação de águas das cheias de verão. Com o degelo nos Andes e a estação de chuvas na região Amazônica, ocorre o fenômeno das cheias que atingem os municípios que estão nas margens dos rios Solimões, Amazonas, Tapajós, Negro, Juruá, Purus, Japurá, Madeira, entre outros.

Amazonas 2021

As chuvas acima da média que atingem o estado do Amazonas desde o início do ano devem provocar grandes inundações ao longo das bacias dos rios Negro e Solimões, segundo boletim divulgado pelo Serviço Geológico do Brasil. A capital Manaus e os municípios de Manacapuru e Itacoatiara estão em alerta para cheias entre junho e julho.

De acordo com o boletim, o Rio Negro pode atingir, este ano, a cota máxima de 29,45 metros (m) no Porto de Manaus. “A probabilidade de que esteja em curso uma cheia tão grande quanto a de 2012, ano da máxima histórica, existe, mas é de aproximadamente 17%, informou o Serviço Geológico.

Em Manacapuru, o nível do Rio Solimões já está acima do esperado para o período atual – próximo ao observado em 2015, quando a cota máxima de toda a série histórica (dados desde 1902) foi observada no município. A previsão é que o rio atinja uma média de 20,27m, podendo chegar a 21,20m.

Já na região de Itacoatiara, as medições indicam que o rio está acima da média desde fevereiro e pode chegar a 15,60m. O limite de inundação no município é de apenas 14m. O nível mais alto já registrado no município foi 16,04m, em 2009. O evento, segundo o boletim, tem 10% de chance de ser registrado novamente em 2021.

Defesa civil

De acordo com o Departamento de Resposta ao Desastre e Suporte da Defesa Civil do Amazonas, todos os municípios da calha do Juruá já estão com situação de emergência decretada. Na calha do Purus, cinco dos sete municípios estão em situação de emergência.

Em resposta e proteção à população, equipes da defesa civil estadual tem oferecido aos moradores da região unidades móveis de tratamento de água.

La Niña

Dados do Sistema de Proteção da Amazônia indicam que o final de 2020 teve um déficit de precipitação em grande parte da Bacia Amazônica Ocidental. No princípio de 2021 esse padrão se inverteu e já em fevereiro de 2021, as chuvas foram muito acima do esperado na bacia como um todo, causando inclusive transbordamentos no Acre. “Como está em curso o fenômeno La Niña, de resfriamento das águas, ele altera a formação de nuvens sobre o oceano e elas passam a se concentrar na Oceania. O resultado têm sido chuvas mais concentradas e em maior quantidade do que o normal na Amazônia, o que tende a se agravar”, destacou o Serviço Geológico.

Silvio Caldas

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT