Saúde

Covid-19: AM tem 915 mil pessoas com 3ª dose da vacina atrasada, diz FVS

Covid-19: AM tem 915 mil pessoas com 3ª dose da vacina atrasada, diz FVS
Vacinação contra a Covid-19 em Manaus -Foto: Quézia Pinheiro/FVS-RCP

A maioria da população amazonense com o esquema vacinal contra Covid-19 desatualizado deixou de tomar a 1ª dose de reforço, mais conhecida como 3ª dose.

É o que revelou nesta quarta-feira (14) pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas-Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP).

O estado tem 915.885 pessoas que deixaram de retornar para a atualização desse tipo de dose da vacina.

Dados parciais do Programa Nacional de Imunização apontam que 8.491.910 doses foram aplicadas em todo o estado até a terça-feira (13), sendo:

  • 3.344.187 de primeira dose;
  • 2.823.649 de segunda dose;
  • 74.795 com dose única;
  • 1.645.070 de 1ª dose de reforço;
  • E 604.209 de 2ª dose de reforço.

Vacina da Covid-19 atrasada

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, alerta para a importância da conscientização da população, que tem deixado de atualizar o esquema vacinal.

“É importante destacar que as vacinas são liberadas com base nas autoridades de saúde, que identificaram a necessidade e a importância das doses de reforço para garantir o nível de anticorpos necessários para a proteção imunológica”, destaca.

Entre as doses de reforço, estão disponíveis também a 2ª dose de reforço e uma dose adicional da vacina, que ficaram conhecidas respectivamente como 4ª e 5ª doses.

Tanto a 1ª quanto a 2ª dose de reforço estão disponíveis para a população com 12 anos ou mais. Já a dose adicional é destinada a pessoas com imunossupressão.

Ainda de acordo com os dados levantados pela FVS-RCP, por meio das informações das redes municipais de saúde, a 2ª dose de reforço aparece em segundo lugar com o maior número de pessoas com esquema desatualizado. São 787.456 pessoas que não retornaram aos postos de vacinação para a aplicação dessa vacina.

Esquema vacinal da Covid-19

A vacinação contra a Covid-19 tem esquema primário de duas doses.

Após a aplicação dessas doses, a população está apta a tomar as doses de reforço conforme intervalo necessário de cada vacina que deve ser conferido no cartão de vacinação.

No caso de bebês com idade de 6 meses a menores de 3 anos, o esquema primário é de três doses.

Informação: portal norte noticias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *