25 de junho de 2021
  • 18:47 Vice-governador do AM, Carlos Almeida Filho diz que denúncia da PGR é infundada
  • 15:16 Sucateado Na Gestão Anterior, Governo David Almeida Restaura Atuação Do Manausmed
  • 12:02 PGR Denuncia Vice Do Amazonas, Mas PF Diz Que Não Achou Nada Contra Ele
  • 11:25 Servidores denunciam diretora do HPS 28 de Agosto
  • 23:59 Prefeitura De Manaus Entrega 42 Novos Ônibus Ao Transporte Coletivo
  • 23:53 Gasolina E Diesel Ficarão Mais Caros A Partir Desta Sexta-Feira
  • 23:48 Vereador Peixoto acompanha entrega de ônibus novos realizada pela prefeitura de Manaus
  • 22:21 Prefeitura de Presidente Figueiredo lança Comitê Gestor do Setor Primário e assina Termo de Cooperação Técnica com a SEPROR
  • 22:19 Álvaro Campelo defende realização de concurso público para reforçar segurança pública no Amazonas
  • 22:14 David Almeida completa 100 dias e convoca coletiva para balanço
  • 18:34 Morre O Apresentador Victor Santana, Por Complicações Da Covid-19
  • 23:52 Homem E Preso Em Flagrante Por Descumprimento De Medida Protetiva No Bairro Tancredo Neves
  • 23:41 Morre Cantora E Radialista Jorgina Viana Vítima De Câncer
  • 23:29 Bebê De 2 Meses Tem Afundamento Do Crânio Após Ser Torturado Pelos Pais
  • 21:28 Prefeitura de Manaus e ciclistas se reúnem para discutir campanha de segurança no trânsito
  • 02:16 Sandy & Junior Ocupam As Tardes De Domingo Da Globo
  • 01:48 NO AMAZONAS, AULAS DO ENSINO MÉDIO NA REDE PRIVADA SÃO RETOMADAS
  • 17:25 Morre aos 41 anos vítima de câncer, Bruno Covas, Prefeito de São Paulo
  • 00:29 Desembargador nega pedido de Elizabeth Valeiko para anular quebra de sigilo telemático
  • 00:23 ONU: Trabalho informal em massa pode retardar recuperação pós-Covid
  • 00:15 Campeonato amazonense – Negueba decide e São Raimundo sai na frente do Manaus na final
  • 00:21 Exploração da costa amazônica cresce de modo desordenado e preocupa cientistas

O Professor Sylvio Puga, atual Reitor da Universidade Federal do Amazonas, mais uma vez mostra seu lado negativo ao indicar antecipadamente o nome de uma antiga adversária politica para o futuro cargo de Pró-Reitora de Gestão de Pessoas na próxima gestão para a qual o mesmo foi reeleito.

Trata-se da senhora Kátia Helena Serafina Cruz Schweickardt, professora da Universidade que recentemente esteve na gestão do ex-prefeito Arthur Neto e envolvida em vários atos suspeitos de corrupção, como por exemplo, o caso da compra e pagamento de livros didáticos em tempo record que sequer foram aproveitados pela gestão atual, dentre tantos outros, denunciados durante sua gestão sombria à frente da SEMED.

Não vos conheço

Com gestos claros e reais que foram sentidos por muitos que apoiaram as tentativas de 2009, 2013 e 2017 do candidato Sylvio Puga, o tom de não vos conheço foi algo que deixou a muitos perplexos e decepcionados quando após eleito em 2017, o Professor Puga virou a cara e as costas para muitos professores e técnicos administrativos que juntamente com estudantes e egressos da UFAM o apoiaram, doando o melhor de si, inclusive sacrificando seus poucos recursos financeiros e tempo para elegerem o então “amigo” candidato.

O que fez o Reitor após eleito, além de desprezar e evitar estas pessoas foi nomear aleatoriamente os apoiadores e aliados políticos da ex-reitora Marcia Perales para os cargos de confiança, onde estes tiraram proveito para tratar com revanchismo os que declaradamente apoiaram Puga.

Seus atos falam por si

O bom moço, pessoa simpática e acessível, bom amigo e companheiro, transformou-se num alguém diferente de suas origens e condutas que o fizeram conquistar amigos de verdade e respeito dos que com ele andaram. Principalmente conseguiu o Professor Puga ser visto como um falso amigo, como um fraco, como alguém de caráter fraco e volúvel.

Agora, mais uma vez, a facada não veio pelas costas, mas no peito. Sim: “atiraste uma pedra no peito de quem só te fez tanto bem”.

O ato de indicar por antecipação uma pessoa que declaradamente é INIMIGA DA EDUCAÇÃO caracteriza a intenção de destruir por dentro uma tão combalida instituição com a UFAM. Indicar alguém que em 2013 zombava do seu nome, o xingava de aliado do Arthur, de quem depois tornou-se adoradora, que falava mal abertamente nos setores da UFAM durante a campanha para a Reitoria; alguém que representa uma ameaça clara e aberta aos servidores da UFAM, é claramente uma declaração de guerra á universidade.

Justos protestos

Diante do anuncio absurdo e descabido de lógica ou sentido, a Professora Doutora, símbolo da luta pela Educação e referência nacional e internacional como pesquisadora e docente da UFAM, lançou no ultimo dia 8, um manifesto público repudiando as ações atrapalhadas do Reitor quando do anuncio da referida “professora” para a Pró-reitoria de Gestão de pessoas. Alguém que foi total desastre na SEMED não pode dar certo jamais numa pró-reitoria que trata diretamente com PESSOAS.

Esta senhora que demonstra desde sempre elevado senso de arrogância não serve para estar em nenhum lugar como gestora, sequer compete par estar numa sala de aula, quanto mais em uma secretaria ou pró-reitoria.    

Peca mais uma vez o Reitor por sua falta de senso de justiça e consideração pelos que o conduziram e reconduziram ao cargo. Quem despreza seus aliados realmente não merece ter pessoas justas ao seu lado, não merece ser chamado de amigo ou de gestor justo. Um rei mal coroado sempre será um mal para o seu povo.

É gente desse tipo que o Reitor faz questão de ter ao seu lado

Indícios de corrupção: Se despedindo da prefeitura, Artur Neto vira alvo da Justiça Federal

A Prefeitura de Manaus por meio dos atos do prefeito Arthur Neto e da secretaria de Educação Kátia Helena Serafina Cruz estão sob suspeitas após denúncia feita ao Ministério Público Federal.

Fonte: Blog do Pávulo

Mais uma patifaria de Arthur Neto: Prefeito mora em mansão cedida por empresário que aluga prédios para a SEMED

Amigo do prefeito, Rony Gomes mantém cerca de 10 prédios alugados para a Secretaria Municipal de Educação (SEMED), cuja secretária, Kátia Helena Serafina Cruz Schweickardt, construiu recentemente uma mansão em condomínio da cidade.

Segundo uma fonte do “PORTAL DO ZACARIAS”, além de não cobrar absolutamente nada pelo aluguel da mansão, Rony paga todas as despesas de Arthur Neto com condomínio, água e luz, além de uma “comissão” mensal pelos aluguéis dos prédios para a SEMED.

Fonte: Portal do Zacarias: https://www.portaldozacarias.com.br/site/noticia/mais-uma-patifaria-de-arthur-neto-prefeito-mora-em-mansao-cedida-por-empresario-que-aluga-predios-para-a-semed/

Eis a íntegra da carta aberta de repúdio assinada por membros da comunidade universitária da UFAM encabeçada pela Professora Arminda Mourão

Diante do anúncio que a comunidade da UFAM recebeu sobre a indicação da Pró- Reitoria de Gestão de Pessoas, compartilho o vídeo e documento escrito pela importante pesquisadora e querida Professora Doutora Arminda Mourão que deverá posteriormente ser transformado em uma Carta aberta a ser assinada por todos aqueles que apoiaram a candidatura dos professores Sylvio Puga e Therezinha Fraxe para a Reitoria da UFAM, acreditando na defesa de uma Universidade DEMOCRÁTICA, PLURAL, INCLUSIVA E HUMANA.

Destacamos que todos os argumentos presentes no documento e na fala da Professora estão presentes nas três teses de doutorado orientadas pela nossa querida Pró- Reitora de Pesquisa , Professora Doutora Selma Baçal incluindo a minha tese.

Por fim, faço uso das palavras de José Saramago e Victor Hugo para que possamos refletir melhor sobre o texto.

“Se podes olhar, vê. Se podes ver repara.”

“Se tens um coração de ferro. Bom proveito. O meu, fizeram de carne, e sangra todo dia “. ( José Saramago)

Quem poupa o lobo..sacrifica a ovelha ( Victor Hugo)

Com a palavra, Professora Doutora Arminda Mourão.

EM DEFESA DA UNIVERSIDADE PÚBLICA E DEMOCRÁTICA

Nossa trajetória na Universidade Pública tem sido uma luta constante em defesa do público, da gratuidade do ensino, das liberdades democráticas e, consequentemente, lutamos pela qualidade educacional que seja socialmente referenciada.

Na ditadura desenvolvemos ações que romperam com a lógica antidemocrática do Governo Militar. Conseguimos que a escolha dos dirigentes das IFES fosse efetivada pela comunidade universitária. Conseguimos no processo que os alunos e técnico-administrativos tivessem assento nos Conselhos Superiores ampliando também a representação docente.

Apesar dos avanços sempre tivemos percalços em função dos dirigentes não ouvirem a comunidade. Geralmente pedem votos nas eleições, fazem promessas, mas no cotidiano vão implementado políticas que vem colidir com as proposições dos movimentos sociais organizados, dentro e fora da instituição.

A conjuntura que vivemos é a mais adversa, o presidente da República não tem nomeado os escolhidos na Comunidade, temos um atropelamento da democracia no país e no interior das nossas instituições.

Parte daqueles que apoiaram Prof. Dr Silvio Puga e Prof.ª Drª Teresinha Fraxe foi vislumbrando a possibilidade de diálogo com a Instituição, no entendimento,que mesmo não concordando com determinadas posturas da Reitoria, poderíamos estabelecer o processo democrático, blindando nossa UFAM de ações que viessem prejudicar a Universidade Pública.

Para nossa surpresa é apresentado o nome da ex secretária de educação da SEMED para comandar a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas ( PROGESP). Ficamos indignados, pois a referida senhora no cargo de Secretária de Educação efetivou uma política que privatizou e perseguiu os professores e professoras na referida instituição.

Na sua Gestão o seu compromisso maior foi o de contribuir com a implantação da privatização dos processos pedagógicos, abrindo as portas a preços astronômicos e sem licitação para os Institutos Áquila e Ayrton Sena no sistema municipal. Impôs o Sistema Positivo que cerceou o processo democrático de planejamento, pois o referido sistema não permite o olhar mais sensível e apurado à realidade dos alunos. PRIVATIZOU POR DENTRO A SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MUNICIPAL!

Implantou e implementou por meio da Gestão Integrada da Educação ( GIDE ) o sistema de controle que atropelou , nas escolas municipais, a inserção de leis nacionais que respaldam a construção democrática dos processos pedagógicos, como é o caso da HTP. Priorizou a gestão de resultados, reduzindo os processos pedagógicos ao neotecnicismo. As ações implementadas revelam o não diálogo com os trabalhadores em educação, com os Fóruns e Entidades Nacionais.

Desconfigurou a modalidade EJA, transformando o segundo segmento em ensino regular de baixíssima qualidade. Com isso o turno noturno aos poucos vem sendo fechado seguindo a orientação da Consultoria do Instituto Áquila. Os sindicatos dos trabalhadores em educação denunciam que a prática de assédio nas escolas nunca foi coibida.

Não houve transparência na aplicação dos recursos da Educação que advêm dos 20% que o Município tem que alocar na área e os recursos advindos do FUNDEB, a comunidade não sabe como são aplicados.

A referida ex-secretária não tem condição de dialogar com os movimentos organizados. Será que na Universidade Federal do Amazonas também vão ser classificados como CRIMINOSOS aqueles que fazem movimento, fazem greve em defesa da Universidade Pública?

Uma pessoa que traz em sua história toda essa mácula de atropelar os processos democráticos em defesa da escola pública pode estar à frente de uma Pró-Reitoria que trata da vida funcional dos trabalhadores na UFAM? Que trata das questões estudantis?

Não, Magnífico Reitor, essa foi uma escolha desastrosa, que vai trazer muitos problemas para a Comunidade e para a Gestão. Neste sentido, lavramos o nosso protesto neste documento, que tornaremos público e, possivelmente será assinado tanto pela comunidade universitária como pelos movimentos sociais organizados e pelos trabalhadores da Educação Básica.

Arminda Rachel Botelho Mourão

Carlos Augusto Gomes de Almeida

Silvia Cristina Conde Nogueira

Raiolanda Magalhães Pereira de Camargo

Marinês Viana de Souza

Ana Rita Gomes Vieira

Eglê Betânia Portela Wanzeler

Rosangela Fernandes Torres

Elinaldo Ferreira da Costa

Fernanda Pinto de Aragão Quintino

Morgana Brazil Santos

Nayara Ferreira Costa

João Luiz da Costa Barros

Jorge de Moura Barros

JOCÉLIA BARBOSA NOGUEIRA

Ronney da Silva Feitoza.

Fabiane Maia Garcia

Cláudio Gomes da Vitória

Cintia Adélia da Silva

Lúcia Makarem

Cintia Adélia da Silva

Nilson Rodrigues Barreiros

Eliseu da Silva Souza

Jocicleia Souza Printes

Rudervânia Aranha

Angela Maria Gonçalves de Oliveira

Eliseu da Silva Souza

Leonardo Ferreira Peixoto

Emerson Sandro Silva Saraiva

Welton Yudi Oda

Elizangela de Almeida Silva

Irlane Maia

Fórum de Educação de Jovens e Adultos do Amazonas

Fórum Amazonense de Educação Infantil FAMEI/MIEIB

Assista ao vídeo (AQUI)

Silvio Caldas

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT