Internacional

Ex-esposa e sócia sai em defesa de Daniel Alves, preso na Espanha: “Jamais faria isso”

Dinorah e Daniel Alves em 2017 — Foto: Divulgação / Arquivo pessoal
Dinorah e Daniel Alves em 2017 — Foto: Divulgação / Arquivo pessoal

Dinorah Santana embarcou na sexta-feira à noite para Barcelona para acompanhar a situação do jogador, preso por agressão sexual; acusação que ele nega.

Dinorah Santana, ex-esposa e sócia de Daniel Alves, saiu em defesa do jogador, que nesta sexta-feira foi detido na Espanha por uma acusação de agressão sexual – ele nega. Ele está preso preventivamente sem direito a fiança.

– Conheço o Daniel Alves há muito tempo, fomos casados por 10 anos. Ele jamais faria isso – declarou Dinorah antes de embarcar para Barcelona, onde o jogador está detido. Ela e Daniel Alves têm dois filhos.

Ela viajou junto com o empresário Fransérgio Ferreira e com um advogado brasileiro, que foi reforçar a defesa jurídica de Daniel Alves em Barcelona. Ele tem uma advogada na Espanha.

A modelo espanhola Joana Sanz, atual esposa de Daniel Alves, também defendeu publicamente o jogador, por meio de uma postagem no Instagram.

O jogador brasileiro foi preso na última sexta-feira (20 de janeiro) após prestar depoimento à polícia de Barcelona, em um processo no qual é acusado de agressão sexual contra uma jovem em uma boate local.

A assessoria de imprensa da polícia catalã informou que o lateral deve permanecer preso até o julgamento, que ainda não tem data para ocorrer. O Pumas, do México, onde jogava o lateral, anunciou na noite de sexta a rescisão do contrato com o brasileiro.

Vista aérea do Brian 1, prisão que fica a 40 km da cidade de Barcelona — Foto: Reprodução
Vista aérea do Brian 1, prisão que fica a 40 km da cidade de Barcelona — Foto: Reprodução

A juíza Maria Concepción Canton Martín, do Juizado de Instrução 15 de Barcelona, ordenou a prisão preventiva sem fiança de Daniel Alves, acatando pedido do Ministério Público.

O jogador, de 39 anos, foi levado ao Centro Penitenciário Brians 1, que fica nos arredores de Barcelona. Daniel Alves nega todas as acusações. A pena para crimes de agressão sexual na Espanha pode chegar a 15 anos de detenção, dependendo da gravidade do caso.

Informação: ge.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *