Justiça penhora ‘músicas e vídeos’ de Belo por dívida de R$ 870 mil

Belo costuma ter problemas com dívidas e sempre acaba na Justiça. Já foi cobrado pelo ex-jogador Denilson e já foi acusado de calote pelo menos duas vezes por proprietários de imóveis.

Condenado por um processo movido pelo produtor Flávio Silva Andrade, Belo teve toda sua renda de plataformas de streaming de músicas e vídeos penhorados pela Justiça.

A dívida de cerca de R$ 870 mil teve a penhora determinada em setembro do ano passado. A Justiça de São Paulo definiu a renda do cantor nas plataformas Spotify, Deezer, Amazon, Facebook, Instagram, Netflix, Studio Sol, Google e YouTube sejam revertidas para pagar a indenização.

O processo ocorreu devido a uma confusão de 2010 na qual Belo foi contratado para fazer um show em Jaboticabal, São Paulo. Entretanto, ele não apareceu, gerando tumulto na plateia, que esperava por horas na chuva.

Fonte: AM1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *