25 de junho de 2021
  • 18:47 Vice-governador do AM, Carlos Almeida Filho diz que denúncia da PGR é infundada
  • 15:16 Sucateado Na Gestão Anterior, Governo David Almeida Restaura Atuação Do Manausmed
  • 12:02 PGR Denuncia Vice Do Amazonas, Mas PF Diz Que Não Achou Nada Contra Ele
  • 11:25 Servidores denunciam diretora do HPS 28 de Agosto
  • 23:59 Prefeitura De Manaus Entrega 42 Novos Ônibus Ao Transporte Coletivo
  • 23:53 Gasolina E Diesel Ficarão Mais Caros A Partir Desta Sexta-Feira
  • 23:48 Vereador Peixoto acompanha entrega de ônibus novos realizada pela prefeitura de Manaus
  • 22:21 Prefeitura de Presidente Figueiredo lança Comitê Gestor do Setor Primário e assina Termo de Cooperação Técnica com a SEPROR
  • 22:19 Álvaro Campelo defende realização de concurso público para reforçar segurança pública no Amazonas
  • 22:14 David Almeida completa 100 dias e convoca coletiva para balanço
  • 18:34 Morre O Apresentador Victor Santana, Por Complicações Da Covid-19
  • 23:52 Homem E Preso Em Flagrante Por Descumprimento De Medida Protetiva No Bairro Tancredo Neves
  • 23:41 Morre Cantora E Radialista Jorgina Viana Vítima De Câncer
  • 23:29 Bebê De 2 Meses Tem Afundamento Do Crânio Após Ser Torturado Pelos Pais
  • 21:28 Prefeitura de Manaus e ciclistas se reúnem para discutir campanha de segurança no trânsito
  • 02:16 Sandy & Junior Ocupam As Tardes De Domingo Da Globo
  • 01:48 NO AMAZONAS, AULAS DO ENSINO MÉDIO NA REDE PRIVADA SÃO RETOMADAS
  • 17:25 Morre aos 41 anos vítima de câncer, Bruno Covas, Prefeito de São Paulo
  • 00:29 Desembargador nega pedido de Elizabeth Valeiko para anular quebra de sigilo telemático
  • 00:23 ONU: Trabalho informal em massa pode retardar recuperação pós-Covid
  • 00:15 Campeonato amazonense – Negueba decide e São Raimundo sai na frente do Manaus na final
  • 00:21 Exploração da costa amazônica cresce de modo desordenado e preocupa cientistas

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), morreu às 8h20 deste domingo (16) aos 41 anos, em São Paulo, informou a prefeitura, em nota. Desde 2019, ele lutava contra um câncer no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado. Deixa o filho Tomás, de 15 anos.

Covas estava internado no Hospital Sírio-Libanês, no Centro da capital paulista, desde 2 de maio, quando se licenciou da prefeitura. Na sexta-feira (14), ele teve uma piora no quadro de saúde e a equipe médica informou que seu quadro havia se tornado irreversível.

Familiares e amigos de Covas permaneceram no hospital desde então. Nas últimas horas de vida, o prefeito recebeu sedativos e analgésicos para não sentir dores.

Na noite de sexta (14), um padre chegou a fazer a unção dos enfermos, um sacramento católico. Durante a noite de sábado (15), representantes de diversas religiões participaram do ato ecumênico na porta do hospital, que durou 30 minutos e terminou com a oração Pai Nosso.

No início da tarde, o corpo foi levado para o Edifício Matarazzo, sede da prefeitura, para uma cerimônia breve para familiares e amigos próximos. Depois, seguirá em carro aberto em cortejo até a Praça Oswaldo Cruz.

O enterro, também restrito à família, será no Cemitério do Paquetá, em Santos, onde foi sepultado o corpo de Mário Covas, ex-governador de São Paulo e avô de Bruno que também morreu em decorrência de um câncer, em 2001.

Covas teve o câncer diagnosticado em outubro de 2019, após ser internado com uma infeção na pele chamada erisipela. O tumor regrediu, mas, neste ano, novos nódulos foram encontrados no fígado, na coluna e na bacia. Covas é o primeiro prefeito da cidade de São Paulo a morrer durante o mandato. Ricardo Nunes (MDB), o vice que hoje é prefeito em exercício, irá assumir definitivamente o cargo.

Silvio Caldas

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT