Prefeitura de Manaus

Prefeitura convocará 650 aprovados no concurso da Semsa, em fevereiro

De acordo com a secretária Shadia Fraxe, até o momento, foram chamados 523 aprovados  por meio de sete convocações feitas desde julho do ano passado,. (Semsa)
De acordo com a secretária Shadia Fraxe, até o momento, foram chamados 523 aprovados por meio de sete convocações feitas desde julho do ano passado,. (Semsa)

Durante o mês de fevereiro, 650 aprovados no concurso da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) serão convocados. Destes, 200 são agentes comunitários de saúde, completando o número total de vagas oferecidas à categoria, e os demais 450 aprovados pertencem à 65 categorias diferentes.

O chamamento seguirá a ordem final e classificação dos candidatos, que pode ser conferida no site da Semsa. O calendário contempla os aprovados até o número de vagas ofertadas por categoria, com a convocação de mais de mil profissionais ainda em 2023.

Destes, devem ser chamados:

  • 80 técnicos em enfermagem;
  • 80 assistentes em administração;
  • 25 condutores de ambulância e 10 de motolância;
  • 53 enfermeiros (40 enfermeiros gerais, 5 intensivistas, 5 obstetras e 3 epidemiologistas);
  • 20 auxiliares em saúde bucal;
  • 10 técnico em saúde bucal;
  • 10 fisioterapeutas;
  • 8 fiscais de saúde (2 engenheiros civis, 1 físico, 1 médico, 3 médicos veterinários e 1 químico);
  • 6 assistentes sociais;
  • 6 farmacêuticos em análises clínicas;
  • 6 médicos veterinários;
  • 6 psicólogos;
  • 5 maqueiros;
  • 5 nutricionistas;
  • 4 profissionais de educação física.

O concurso foi realizado por meio de três editais distintos (001, 002 e 003 de 2021), e é válido por dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois, de acordo com a legislação vigente.

O primeiro edital foi exclusivo para médicos, o segundo para categorias diversas de nível médio e superior, e o terceiro para condutores de ambulâncias e motolâncias. As provas foram realizadas ao longo de 2022 e os resultados finais também foram homologados no ano passado.

Também devem ser chamados agora: 64 médicos, sendo:

  • 42 clínicos gerais,
  • 5 pediatras,
  • 3 infectologistas,
  • 3 neuropediatras,
  • 2 ultrassonografistas,
  • 1 anestesiologista,
  • 1 cardiologista,
  • 1 cirurgião,
  • 1 médico do trabalho,
  • 1 endocrinologista,
  • 1 epidemiologista,
  • 1 intensivista neonatologista,
  • 1 patologista
  • 1 pneumologista
  • 13 cirurgiões dentistas, sendo 3 cirurgiões dentistas para pessoa com deficiência, 3 odontopediatras, 2 estomatologistas, 2 ortodontistas, 2 periodontistas e 1 buco-maxilo-facial.

Serão chamados, ainda três profissionais para cada um dos seguintes cargos: analista de desenvolvimento de sistemas, analista de infraestrutura de tecnologia da informação, analista de suporte de tecnologia da informação e fonoaudiólogos, e 2 para os cargos de motoristas de autos, programadores de computador, técnico de manutenção em informática, técnico em radiologia médica, técnico em segurança do trabalho, analista de banco de dados, contadores, farmacêutico citologista clínico e terapeutas ocupacionais.

Além disso, a programação de nomeação inclui 1 advogado, 1 arquiteto e urbanista, 1 biólogo, 1 comunicador social, 1 economista, 1 engenheiro civil, 1 engenheiro de segurança do trabalho, 1 engenheiro eletricista e 1 estatístico.

A secretária Shádia Fraxe destaca que o cronograma foi feito com base no total de vagas oferecidas, deduzindo as mais de 500 convocações anteriores.

“Mas, além disso, vamos considerar, ao longo do processo, as vagas não preenchidas por falta de comparecimento, desistência ou não preenchimento dos critérios exigidos para a posse, o que significa, que podemos entrar no cadastro reserva após os prazos legais e de acordo com as vagas que permanecerem abertas”.

Entre os 523 convocados anteriormente, 115 são médicos, 100 são agentes comunitários de saúde (ACSs) e 193 são profissionais de cargos diversos.

Informação: acritica.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *